DICA DE VIAGEM | ARGENTINA
22 de setembro de 2017

ESTILO DE VIDA - VIAGEM


Buenos Aires: vale a pena ir?

Olá, princesas lindas! Tudo bem, amores?

Você sabem que eu sou apaixonada em viajar, né? Agora amar viajar é fácil, quero ver ter dinheiro para estar viajando sempre (HAHAHA), isso que é o mais difícil. Ultimamente ando pesquisando alguns países para viajar na lua de mel, e fazendo essas pesquisas encontrei Buenos Aires, a capital argentina.

A Argentina faz fronteira com o Paraguai e com o norte da Bolívia, com o Brasil (com os estados do Sul), Uruguai e com o Chile, situada na América do Sul.

1

A economia começa com o visto e passaporte. Tudo porque quando viajamos para os países da América do Sul ou aqueles países que fazem parte do Mercosul, eles não se fazem necessários, basta levar o RG em bom estado. E muito menos ficar dias e mais dias aguardando atendimento no consulado.

E se for você for residente mais para a região do Sul do Brasil, você consegue ir de ônibus ou de carro para a Argentina.

Os hermanos são muito acolhedores, viajando por lá, você se sente muito à vontade, convivendo com um povo bem educado, prestativos e acolhedores com o qual temos muitas afinidades culturais, a começar pelas semelhanças entre os idiomas, o que garante facilidade de comunicação mesmo para quem não domina o espanhol. A língua espanhola é bem parecida com o nosso português, quem viaja pra lá utiliza muito o portunhol, uma mistura de espanhol com o nosso português.

Os turistas se sentem muito seguros na Argentina – muito mais que no Brasil, viu! – e é o país que oferece uma boa mesa, excelentes vinhos e todo tipo de diversão. As “comprinhas”, das quais brasileiros não costumam abrir mão em viagens de jeito nenhum, são uma atração à parte: roupas, sapatos, bolsas, itens decorativos de design arrojado, artesanatos tradicionais, pratas, livros, chocolates e vinhos.

Argentina-Iguazu-Falls-Walking-Tour1-1600x900

CATARATAS DO IGUAÇU – Argentina

O brasileiro viajante geralmente, costuma ser atraído pelo ambiente “europeu” de Buenos Aires, pelas paisagens de montanhas com neve, lagos glaciais e pelas estações de esqui; de certa forma faz total sentido, pois os argentinos têm o que não temos em nosso país e vice-versa (razão pela qual eles mesmo quando estão aqui “invadem” o sul do Brasil em busca de boas praias…). Há uma imensa quantidade e diversidade de atrativos naturais, que podem ser explorados tanto em passeios curtos e ultra-confortáveis quanto em esquemas radicalmente aventureiros: canyons, geleiras, desertos, salinas, estepes, florestas, cataratas, vales… Você poderá também ver de perto animais como focas, pingüins, baleias, vicunhas, flamingos, lhamas e guanacos.

Embora a maioria dos turistas costumam visitirar apenas a capital da Argentina e, talvez, Bariloche (quantos amigos seus conhecem a Quebrada de Humahuaca ou a Terra do Fogo?), a Argentina tem regiões de grande interesse turístico com muito a oferecer. As possibilidades são extremamente variadas, como visitas a vinícolas, a parques onde há fósseis de dinossauros, a ruínas de missões jesuítas da era colonial ou a pueblitos que conservam a cultura pré-colombiana.

E aí princesa? Vamos para Argentina. Espero que esse post possa ter te mostrando um pouquinho mais da Argentina, e ter mostrado pra vocês que é uma ótima opção para quem está com o orçamento curto para viajar.


Se você gostou desse assunto aqui no blog clique em C U R T I R (ao final deste post),  para que eu saiba que você gosta desse tipo de conteúdo e também me conta aqui nos comentários a sua opinião sobre o post (vou amar ler o que você achou desse tipo de conteúdo aqui no blog).

E se você é novo ou nova por aqui, seja muito bem vindo ou bem vinda a nossa família, assine a nossa N E W S L E T T L E R (que fica na lateral do lado direito deste blog), que toda vez que sair um post/conteúdo novo por aqui você recebe uma notificação que tem coisa nova por aqui.


ATÉ SEGUNDA FEIRA

Tags:

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.